Terceira Idade: Como o Mercado deve se Preparar?

Terceira Idade: Como o Mercado deve se Preparar?

Com o elevado aumento da expectativa de vida, a população idosa irá se tornar majoritária no Brasil, percebe-se então que o mercado de alimentos deve se preparar em prol dessa terceira idade. As pessoas com idade mais avançada tendem a ter diversos problemas de saúde, sendo eles extremamente ligados com a alimentação. Além disso, em um país de produtos industrializados com altos índices de sódio e gorduras qual é a melhor forma de se adequar? Mostraremos abaixo.

A população brasileira idosa, acima de 60 anos, representava 13,5% em 2018, segundo projeções feitas nesse ano pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), esse número deve dobrar até o ano de 2042, na comparação com os números de 2017. Paralelamente, não é novidade que com o passar dos anos o corpo humano se transforma e fica cada vez mais frágil, necessitando de maior cuidados. Dessa forma, um dos principais cuidados para manter o corpo saudável e ter uma vida feliz e disposta é investir na alimentação.

São diversos os problemas que chegam com a idade, dentre eles estão a diabete, osteoporose, hipertensão, Alzheimer, entre muitas outras doenças degenerativas. Analogamente, a forma mais eficiente de prevenir ou até mesmo retardar esses problemas seria investir em uma dieta rica em vitamina D, vitamina C, ferro, proteínas, fibras, cálcio e outros micronutrientes. Uma vez que essas substâncias ajudam no fortalecimento dos ossos, músculos e auxiliam o melhor funcionamento dos órgãos é de total prioridade o seu consumo diário.

Por outro lado, o mercado brasileiro deve focar na comercialização de produtos alimentícios com baixo teor de sódio, açúcar, gorduras e conservantes, investindo em produtos com altos teores nutricionais. Segundo Michael Greger, clínico-geral americano e considerado um dos maiores especialistas em nutrição da atualidade, “Genes são responsáveis por cerca de 20% das doenças crônicas comuns. Os outros 80% são provenientes de como vivemos e, principalmente, de como comemos”. Dessa maneira, os empreendedores devem direcionar o mercado para uma alimentação saudável e que pensa no bem-estar da população idosa.

Produto com baixo teor de sódio:

Um bom exemplo de produto industrializado benéfico para a saúde dos idosos seria o biscoito de arroz integral da linha Natural Life Orgânico, Kolidar. Esse alimento só apresenta 23mg de sódio, não possui conservantes e fornece energia, proteínas e vitaminas do complexo B. Portanto, é uma ótima forma de adquirir alguns dos nutrientes necessários para o corpo humano.

Gostaria de saber um pouco mais sobre a alimentação como forma de evitar e retardar doenças? Fique tranquilo que o livro de Michael Greger, “Comer para não morrer”, servirá como um guia sobre o poder dos alimentos. O livro pode ser encontrado na livraria Intrínseca em português.

E agora? Gostaria de descobrir outras formas de ser saudável? Então, vale apena dar uma olhadinha no texto sobre SuperFoods: Os alimentos que prometem dar um up na sua saúde. Além disso, ficou interessado em produzir alimentos que serão favoráveis para a saúde da população idosa e da futura terceira idade? A CETA Jr. pode te ajudar com isso. Entre em contato conosco e saiba mais.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *