Layout Industrial: Problemas no seu Fluxo Produtivo?

Layout Industrial: Problemas no seu Fluxo Produtivo?

O estudo de layout atua na reestruturação do espaço físico, de modo que todo o material se desloque em fluxo contínuo e que a distribuição dos equipamentos obedeça a uma sequência lógica de produção, com o intuito de reduzir o transporte dos materiais dentro da fábrica.

Como a CETA Jr. pode me ajudar?

Acima de tudo acompanhamos todo o processo para verificarmos o que e como está sendo realizado. Em seguida, mapeamos os possíveis problemas e elaboramos um planejamento que será executado visando propor as melhorias necessárias.

Por que investir no serviço de Layout?

Certamente, a reestruturação garante a diminuição do tempo do processo, riscos ao trabalhador e ao produto. Além disso, favorece um aumento da qualidade e competitividade no mercado industrial e, consequentemente, aumentam a eficiência da produção.

Logo abaixo irei listar os 4 passos para desenvolver o layout industrial mais adequado para sua produção. Confira:

1. Analise seu espaço

O ponto chave de todo layout é conseguir maximizar o espaço disponível, mantendo a boa qualidade do produto e respeitando a legislação. Dessa forma, é essencial analisar seu ambiente aproveitável e avaliar como ele tem sido utilizado desde então.

2. Conheça a produção

Após o levantamento do espaço físico, é preciso conhecer as atividades realizadas. Saiba quais são os produtos e serviços a serem produzidos, desde o fluxo de execução, até as ferramentas e matérias primas a serem utilizadas e quais são os movimentos executados e posições necessárias.

3. Disposição dos agentes de produção

Os agentes de produção essenciais para a o desenvolvimento de um layout industrial são pessoas, materiais e equipamentos.

Inicialmente, é fundamental o dimensionamento da produção. Delimitar as quantidades a serem produzidas define a capacidade de uma planta industrial e a melhor forma de lidar com determinados agentes. No caso das pessoas, é importante certificar que oferece um ambiente que possibilite conforto aos operadores e um bom fluxo de pessoal.

Dispor de um espaço compatível com o trabalho, boa iluminação, poucos ruídos e corredores que permitam a passagem fluida, são pontos cruciais que permite que os funcionários tenham uma maior produção em menos tempo.

Posteriormente, temos os materiais. Um dos grandes benefícios da implantação de um layout é a redução do desperdício de material e os métodos de estocagem estão relacionados a isso. Dessa maneira, o recebimento, armazenagem, preparação e transporte das mercadorias são amplamente influenciados pelos equipamentos utilizados e pelas áreas de estocagem dos materiais.

Por fim, temos os equipamentos. A Norma Reguladora – NR 12 define alguns princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir o bom uso de máquinas e equipamentos. Logo, estar em conformidade com as normas técnicas garante maior segurança no trabalho e aumento considerável da produção.

4. Tenha o layout industrial mais adequado

Existem diversos modelos de layout existentes. Sendo assim, no período de estudo, é necessário a avaliação de qual deles é o mais adequado para cada planta. Essa escolha será a mais coerente e assertiva possível à medida que for feito uma ótima análise do espaço, produto e agentes de produção. Portanto, conhecendo as especificidades de cada tipo.

É válido ressaltar que existem três principais modelos: o layout por produto – em que cada estação de trabalho é fixa na ordem das tarefas; o layout por processo – em que as estações de trabalho são autônomas e o produto se desloca entre elas; e o layout com posição fixa – em que o produto se mantém fixo e cada um dos seus componentes é montado por uma equipe distinta.

Ademais, objetivando a aplicação do Layout é necessário conhecer o tipo de arranjo físico que a fábrica dispõe e construir o planejamento de acordo com o mesmo.

Os tipos de arranjo físico podem ser:

  • Posicional: Nesse caso os produtos não se deslocam pelas instalações da produção. Porém, os materiais utilizados para sua elaboração é que devem se movimentar para execução das tarefas sobre os produtos.
  • Por processo: É quando todas as operações que estão incluídas em processos semelhantes são agrupadas, sem depender do produto fabricado.
  • Por produto: Trata-se de um layout organizado de acordo com uma sequência de máquinas e equipamentos a serem dispostos para fabricar um produto ou semelhantes, seguindo uma linha de produção.
  • Celular: As máquinas e equipamentos são agrupados para produção de peças semelhantes, sendo cada agrupamento uma célula.
  • Misto: Trata-se da junção de mais de um dos tipos citados em uma mesma unidade de produção. Nesse caso, ele é usado quando há grande variedade de produtos e alguns com grande volume de produção.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco. Será um prazer atendê-los.

Caso tenha interesse em continuar lendo mais sobre o nosso serviço de Layout Industrial ou sobre outras soluções, listei abaixo alguns outros artigos que acreditamos que possa ser de seu interesse.

  1. Layout Industrial: Por que realizar esse serviço? (LINK)
  2. Qual a importância de desenvolver um novo produto? (LINK)
  3. O que é uma tabela nutricional? (LINK)
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *